Troca da Administradora

O síndico pode contratar uma empresa para auxiliá-lo na administração do Condomínio. E devido à complexidade de suas funções, é recomendável que o faça. Contudo, uma administradora deve ser bem escolhida, para que ela, em vez de solução, não seja um problema a mais. 

Aqui vão alguns cuidados para escolher uma administradora:

1. Peça proposta para três empresas do ramo;

2. Consulte empresas indicadas por outros síndicos;

3. Desconfie de honorários muito baixos;

4. Visite a empresa e seu site antes de contratá-la;

5. Desconfie daquelas que difamam outras administradoras;

6. Verifique se a empresa tem sede própria;

7. Verifique qual a forma de rescisão contratual prevista (multa contratual);

8. Verifique se a empresa opera pelo sistema de conta pool ou pelo sistema de conta bancária própria para cada condomínio;

9. Verifique se o demonstrativo financeiro é feito em bases correntes (de 01 a 30/31 de cada mês);

10. Verificar se a administradora tem estrutura para assessorar o síndico na cotação de serviços extras;

11. Verifique se a administradora cobra 13º salário;

Ao síndico caberá a escolha da empresa administradora, a qual deverá ser posteriormente apresentada para os condôminos em Assembleia Geral. Tal escolha deve basear-se na confiança recíproca.